Escritor e Poeta Jean C. de Andrade

domingo, 27 de maio de 2012

O Milagre da Criação


O Milagre da Criação

Vejam só como é lindo e maravilhoso o Milagre da Criação, olhando tudo que Deus criou com imensa exatidão.

Logo cedo vejo o amanhecer e fico maravilhado, observando ali o Astro Rei por um momento fico parado, percebendo sua luz que ilumina toda a terra, vejo que estou em um momento sagrado.



Refletindo no lago seus raios solares  acordando a Natureza onde vivem animais aos milhares.



Sobrevoando e cortando ares, em um colorido fantástico vejo como são lindas as aves.

É a vida que se divide em Multicores, entre árvores  e gramados, animais terrestres e rastejadores.


Olhando o  Brilho refletido no lago percebo também a presença dos peixes que de muitas formas e tipos também de várias cores, nadando e cortando as águas em um nado sincronizado parecendo aos olhos meus um balé apaixonado.

E nestas vidas Multicores, em que a natureza nos mostra seus valores, vejo que tudo se torna poesia e  sendo assim, inspiração para muitos escritores.

O Vento rasante ás vezes até me parece música, levando pelos ares, flores e folhas, empurrando as nuvens e espalhando o frescor da chuva.

A Noite se aproxima com uma despedida espetacular do dia, o Astro Rei, o imponente Sol se despedi em um colorido  fantástico , sendo assim imitado pelo mais famoso Artista Plástico,que pintando em uma tela as cores vibrantes de uma aquarela, tenta ele reproduzir a despedida do Sol na imensidão do horizonte em uma pequena e singela Tela.

O sol se despedi em alto estilo, dando á cada um o seu último Brilho, chegando a noite também tão bela cobrindo tudo á nosso redor com sua enorme escuridão, nos fazendo lembrar como é lindo o Milagre da Criação.

Neste momento imaginamos  que o autor de tudo isto com certeza seria alguém muito importante,alguém  que nos fez á sua imagem Semelhante, aquele que nos chama á todos de filhos teus,por quem temos respeito e amor, nosso pai e Senhor, nosso querido Deus.

Na escuridão de uma noite fria, estrelas iluminam com enorme alegria, trazendo a admiração de pessoas que vieram aqui quando ainda era dia.

Pessoas que sabem o valor deste momento que admiram e se emocionam, que  sentem como é bela a vida que por Deus foi dado.

Deitando-se no gramado com uma bela á seu lado, observando calado, olhando bem lá no alto, aquela que ilumina o amor dos apaixonados.

Aquela que lá no céu junto com as estrelas, parecendo até que no ar flutua, a linda e maravilhosa, que reina vitoriosa na escuridão, a brilhante Lua.

  Observando tudo isto com uma lágrima no olhar,me pego logo á lembrar em tudo, desde o dia raiar, sentindo agora neste momento, dentro de meu peito uma enorme emoção.

Refletindo com mente e coração, me entrego dizendo como é lindo e maravilhoso o Milagre da Criação.
Trecho do Próximo Livro de Jean C. de Andrade - Pensamentos Poéticos

quarta-feira, 16 de maio de 2012


Simplesmente Mãe

Alguém um dia me perguntou, se alguma palavra preferida eu tinha.

Disse que sim, que uma linda palavra em minha vida existia.

Palavra que me acompanha á muitos anos, que quando por mim é ouvida, naquele mesmo momento em um sorriso de agradecimento, me envolto em alegria.

Uma palavra forte  e imponente, que até os anjos admiram, pois nesta palavra se revela a simplicidade da maior grandeza que significa,amar e se entregar.

Quando estive em minha vida sofrendo de  tristeza e também com a  dor,esta palavra se fez presente, estava ali me cobrindo e me acalmando novamente,com infinita sabedoria na maior simplicidade, me dando carinho,afeto e muito amor.

Esta palavra é linda e todos á conhecem, até mesmo aqueles que de tão longe vêm, que cruzam o Imenso mar, porém não consigo encontrar outra palavra que tão bela seja, para que eu possa com a mesma rimar.

A palavra é MÃE, que de tão linda, não encontro outra rima, mãe, um jeito puro e profundo de mostrar a todos, o sentido de amar, simplesmente o sentido da vida.

(Jean C. de Andrade)