Escritor e Poeta Jean C. de Andrade

domingo, 8 de abril de 2018

JUSTIÇA PARA TODOS

É lógico que é triste, é algo desolador, ver um homem já com certa idade, sendo conduzido à sua cela, deixando milhões de corações, com dor. Pois não se trata apenas de um homem comum, é um ex-presidente do Brasil, o mesmo em quem votei nos anos anteriores, em quem depositei toda a minha confiança, ver um Brasil melhor, esta era a minha esperança. Mas não foi o que aconteceu, houve sim uma certa melhora, mas tudo se tornou ilusório, o Luiz se corrompeu, traiu a minha confiança na mesma hora, enriqueceu-se, cresceu em fama... Mas aqui a fome ainda continua, muitas famílias vivem este drama. A justiça é lenta, mas ela virá, pode até não ser nesta vida, mas com certeza, da Divina, ninguém escapará!

#escritorjeanandrade 



sábado, 3 de março de 2018

NOBRE E VERGONHOSO POLÍTICO

Minha Reclamação em Poesia:

Eu fico imaginando, como diz um amigo lá da natureza, “observano e matutano”...

Daí me vem a constatação, de como age um político diante de outro cidadão, alguém que foi eleito para trabalhar por uma cidade ou uma nação, representar com sabedoria toda uma população.

Aquele que foi eleito pela confiança dos demais, talvez por sua competência e seriedade, alguém que pudesse realmente trabalhar, melhorando as condições de vida da comunidade.

Todos acreditaram, seria ele um revolucionário de verdade...

Mas percebemos que  é simplesmente o contrário, apenas mais um fanático político, um idealizador incoerente diante da sociedade, alguém que chama seus discordantes de idiotas ou imbecis, termos chulos, ideias vis...

Aquele senhor educado em tempos de campanha, este ficou na lembrança, hoje é alguém que nem combina com a postura exigida, a de “liderança”.

 Que o Lula é inocente, um santo, que errado estão todas as autoridades existentes, que tudo se trata de um golpe, mentira, apenas um boicote, pura maldade, diz o político com uma incrível sinceridade...

Esqueceu-se da sua missão principal, ter coerência e discernimento para trabalhar, mas para todos, em geral, não para uma meia dúzia de cativantes da mesma política atual.

Senhor político, esta é a minha reclamação: “Para o senhor, lá do alto escalão, do Presidente ao Vereador, respeite a inteligência do seu eleitor...


É  para ele que o senhor foi eleito, represente agora com seriedade e disposição, seja inteligente e trabalhe de fato, para toda a população,  coloque firme os  seus pés no chão,  pare de viver nesta vergonhosa ou vexatória  ilusão.
.
(Texto de Jean C. de Andrade -Poeta e Escritor)
#escritorjeanandrade 


Conheçam os trabalhos deste escritor: 


sábado, 24 de fevereiro de 2018

TRETAS LITERÁRIAS - Por Jean C. de Andrade

MEIO LITERÁRIO:

Olhando para o meio literário e observando alguns autores nacionais, percebo que muitos estão em uma viagem solo, talvez seja por isso que os escritores nacionais tenham uma pequena visibilidade entre os livros e trabalhos independentes.

A tão comentada “treta literária”, vejam só o que realmente existe neste meio: escritores independentes que querem a todo custo se estabelecer e mostrar o seu livro, mas desfazendo e desqualificando o trabalho alheio.

Este é o grande motivo da pequena visibilidade entre autores brasileiros, o famoso, "cada um por si".

Escritores e poetas devem ser livres para criar, para escrever, para colocar no papel a sua ideia, a sua história, o seu pensamento... Pois o que nos destaca é simplesmente o que temos de diferente.

Não deve haver entre nós a concepção do certo ou errado, não pode haver entre nós um ataque direto sobre o modo que nos expressamos, pois o autor escreve para forçar um pensamento, um despertar da mente, por isso não deve existir o sentimento de competição, muito menos um sentimento de exclusão, seja por incompatibilidade de ideias ou pensamentos adversos...

Estamos todos juntos no mundo das letras, das ideias, um local onde não deve existir boicote ou censura.

O sentimento do que deve ou não ser escrito, o que deve ou não ser lido, é algo que não pode haver entre nós, autores nacionais.
(Escritor Jean C. de Andrade)
#escritorjeanandrade #autoresnacionais #escritores #livros
.
.
Conheçam um pouco mais os trabalhos deste escritor...







quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Escritor e Poeta Jean C. de Andrade

Jean Carlos de Andrade começou a trabalhar como caminhoneiro em 1994, casado, natural de Bom Repouso MG, atualmente reside em Estiva Sul de Minas Gerais: é Professor formado em Letras, admirador e criador de artes plásticas, Professor em Capoeira, Escritor e Poeta com vários livros já publicados. Jean C. de Andrade faz parte de um Grupo de escritores nacionais que utilizam a internet como ferramenta para divulgação de seus trabalhos, já participou de algumas Antologias, uma delas teve seu lançamento no Salão do Livro, em Genebra na Suíça. Seu primeiro livro, Vida de Caminhoneiro, é um relato sobre as suas aventuras na estrada, entre elas está um relato sobre uma breve participação na série Carga Pesada da Rede Globo. Jean Andrade foi convidado em 2012 para apresentar seu livro no Programa Encontro com Fátima Bernardes, também foi assunto principal no Programa Mais Caminhos da EPTV Globo, no quadro “De Carona na Boleia”.

Em 2014 Jean C. de Andrade foi indicado a ALG (Academia de Letras de Goiás Velho), sendo o primeiro caminhoneiro do Brasil a ser indicado para uma Academia de Letras. Católico Praticante, exerce diversas funções Pastorais em sua cidade atual, Estiva MG.

Em 2016 recebeu da Câmara Municipal de Estiva/MG a "Moção de Aplausos" por seus feitos literários a nível nacional.

Em 2017 foi o protagonista do Filme Rotina (Comercial da Ford Caminhões), o maior trabalho de marketing da Ford Caminhões, exibido em todos os canais de TV e internet.

Obras Publicadas: Vida de Caminhoneiro, A Magia da Capoeira, O Espectador dos Milagres de Jesus, Viver em Bom Repouso, Emoções de um Corintiano, Pensamentos Poéticos, A Bela Luna, Compartilhando Poesias e Espaço Sagrado (Significados Sacros da Igreja)

Conheçam os trabalhos deste escritor aqui:  https://www.clubedeautores.com.br/authors/11605



quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Apenas um Escritor Mineiro...


Somos donos de nós mesmos, podemos tudo fazer, somos livres e desimpedidos. Temos livre arbítrio, (podemos escolher), é a maravilha da vida, da existência. Podemos até decidir fazer o mal ao outro. Podemos matar, humilhar, denegrir e apontar, mas existe também o bom senso, a inteligência natural, algo que nos remete à pergunta: Devo fazer isto? O que não quero para minha pessoa, devo fazer ao outro? O Mundo é feito de escolhas, faça a sua e viva com as consequências, ou virtudes.
(Jean C. de Andrade)






















sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Livro "Rastros na Estrada" de Renato Amaral - Estamos em forma de Poesia


Com grande alegria fomos citados em forma de poesia, no livro "Rastros na Estrada" do escritor Renato Amaral... Página 112



É uma grande satisfação  ser lembrado dentro desta obra magnífica,  é um carinho que guardarei comigo, obrigado ao escritor caminhoneiro Renato Amaral, sucesso sempre! 
.
LIVRO RASTROS NA ESTRADA

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Triste Ilusão/ O Herói da Nação

Um pensamento do Brasil para esta semana da Pátria...
(Por Jean C. de Andrade)

O HERÓI DA NAÇÃO:
O herói de outrora se tornou vilão... E eu que sempre acreditei nele, me vejo dentro de uma caixa de pensamentos, trancado e sem respostas, gritando por socorro, torcendo para que alguém me liberte desta prisão, que me esclareça de fato, se é verdade que o meu herói roubou a nossa nação, que me digam se realmente não tenho razão, tirem-me desta dúvida, desta angustiante aflição, abram-me os olhos, para que eu enxergue com exatidão, pois envergonhado estou eu, observando que todos acusam o meu herói de ser um ladrão, justamente ele, aquele em quem acredito ter roubado, unicamente e somente, o meu coração... Há, que triste ilusão, acreditar em alguém que mentiu e enganou toda a população, esta é a minha dor, esta é a minha decepção!


#escritorjeanandrade


Conheçam os trabalhos deste escritor neste link: 

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Professor e Escritor Jean C. de Andrade

Conheçam os nossos trabalhos, ajude-nos a divulgar bons pensamentos, boas energias. Tudo ao nosso redor está pesado e cinzento, tentamos com a nossa arte, tornar o mundo mais leve e colorido. Pois vivendo em poesia, a realidade se torna mais bela! 


"Eu sou um poeta e escrevo com o coração, mexer com seus sentimentos, lhe trazendo lágrimas de emoção, tudo isto faz parte de minha poesia e esta é a minha verdadeira intenção"

Jean C. de Andrade
.
Conheçam os Livros deste autor no Link: https://www.clubedeautores.com.br/authors/11605