Escritor e Poeta Jean C. de Andrade

quarta-feira, 27 de abril de 2016

Encerra sua participação no teatro da vida encenando o que de fato ele sempre foi, um homem de DEUS! Morre o ator Umberto Magnani

Morreu nesta quarta-feira (27) o ator Umberto Magnani, aos 75 anos. Ele estava internado desde segunda-feira (25) no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, após sofrer um AVE (Acidente Vascular Encefálico).

Vivendo o padre Romão em ‘Velho Chico’, o ator se preparava para entrar em cena quando passou mal e foi levado às pressas para o hospital. No mesmo dia, ele completava 75 anos.

Nascido Santa Cruz do Rio Pardo, no interior de São Paulo, Umberto Magnani teve extensa trajetória no teatro, televisão e cinema. Muito premiado, ele marcou a dramaturgia nacional como intérprete e, também, como produtor de espetáculos consagrados.

Magnani iniciou sua carreira de ator em 1965, quando ingressou no curso de interpretação da Escola de Arte Dramática - EAD, em São Paulo. No início de sua trajetória profissional, interpretou textos de autores consagrados, como Nelson Rodrigues, João Cabral de Melo Neto, Antônio Callado, e William Shakespeare.
Na TV, Magnani estreou em 1973, interpretando o personagem Zé Luis na primeira versão do clássico ‘Mulheres de Areia’, da antiga TV Tupi. Quando foi para a Globo, participou de novelas marcantes, como ‘Felicidade’, ‘História de Amor’, ‘Por Amor’, ‘Cabocla’, ‘Alma Gêmea’, ‘Mulheres Apaixonadas’ e ‘Páginas da Vida’. Ele também participou de minisséries como ‘Presença de Anita’.

Já no cinema, Magnani atuou em ‘Quanto Vale ou É Por Quilo?’, ‘Cristina Quer Casar’, ‘Kuarup’, entre outros.

Além de atuar, Umberto trabalhou no mundo das artes em diversos órgãos, como na Associação dos Produtores de Espetáculos Teatrais do Estado de São Paulo, na Fundação Nacional de Artes Cênicas, a Fundacen, do Ministério da Cultura; foi também presidente da Comissão de Teatro da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo; membro da Comissão de Reconhecimento dos Cursos de Artes Cênicas em São Paulo do Ministério da Educação; membro do Conselho Diretor do Laboratório Cênico de Campinas e Secretário da Cultura e Turismo em Santa Cruz do Rio Pardo.

(fonte: YAHOO CELEBRIDADES)





Encerra sua participação no teatro da vida encenando o que de fato ele sempre foi, um homem de DEUS!



(Escritor Jean C. de Andrade)