Escritor e Poeta Jean C. de Andrade

sábado, 19 de outubro de 2013

Humildade


 

Humildade



Uma das maiores virtudes que um ser humano pode ter, sem sombra de dúvidas, é a humildade.

Reconhecer suas limitações e suas dificuldades, revelando assim que faz parte de sua vida ser normal.

Ninguém é mais importante que o outro, todos somos filhos de Deus e consequentemente  iguais em matéria,logicamente  que alguns de nós nos destacamos  pelo alto índice de conhecimento e inteligência,mas continuamos  sendo seres limitados.

Estamos neste mundo em busca  da perfeição,isto acontece á todo momento,através  dos estudos e da própria vivencia,adquirimos experiência de vida e também conhecimento,Isto tudo através do tempo, sendo que caminhamos rumo a sabedoria.

Creio que neste mundo, por  mais conhecimento que adquirirmos ainda assim nos faltará muito mais para descobrir.

Nosso aprendizado continuará na próxima vida, pois estamos apenas concluindo uma parte do estágio, humildade é reconhecer que não estamos preparados para algo, ou seja, reconhecer  o peso de nosso fardo.

Não é nenhuma vergonha  reconhecer nossas limitações,isto é ser humano,sempre quando exponho minha opinião,deixo bem claro meu ponto de vista não me importando assim ser mal compreendido.

Considero cada  pessoa importante,alguns com mais inteligência,talvez  com mais conhecimento,mas todos fazem parte da mesma espécie.

Alguns sustentam títulos maravilhosos que levam outros seres á se  dirigir á eles, com  respeito.

Mas são apenas títulos, no interior de seu ser, percebemos que se trata  de uma pessoa semelhante á nós,com ciúmes, com medos,que também  sente dor,que também sangra,como eu e você, somos pessoas.

Mas conhecimento e a vivencia nos dá credibilidade e sabedoria, sendo que recebemos com isto, títulos,seja por formatura,escolha ou eleição.

Será  assim um ser com propriedade capaz de liderar outros seres,mas nunca lhe foi dado o direito de se achar maior e mais importante que seu próximo,nunca lhe foi dado o direito de pisar em outra pessoa.

Por aqui passou á dois mil anos atrás um homem cuja sabedoria se revelava em um nível extremamente  superior,tudo ele sabia,suas respostas eram imediatas,talvez até  de difícil compreensão,mas era certo e isto causou sua morte,uma morte de cruz.

Ele somente se mostrou muito mais inteligente que os demais de sua época, muitos deles que sustentavam  títulos de grande importância, em poucas palavras, que se achavam os donos do mundo, Imperadores, Reis e Sumos Sacerdotes.

Em nenhum momento  este homem se fez grande e superior diante das pessoas,não houve um só momento em que ele pisou em alguém,ao contrário,agia como o mais humilde dos seres,sendo que em uma ocasião,lavou os pés de seus amigos,pregou sobre o amor,a igualdade e se fez  humilde até o fim.

Respeite as pessoas, veja suas limitações, não deixe que seu título seja maior que a vida de seu semelhante, não deixe seu ego falar mais alto.

Após a morte, nosso corpo será transformado em pó, seja você um Rei ou mesmo um simples mendigo.

Seja humilde de coração,seja grande de mente,adquira sabedoria e seja a diferença, faça algo á mais,seja  a esperança que o mundo precisa,use a sabedoria e a sua inteligência para o bem.

Jean C. de Andrade, escritor e poeta.

Adquira os Livros do autor neste Link: https://www.clubedeautores.com.br/authors/11605 Jean C. de Andrade é autor com vários Livros publicados no Clube de Autores...